quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Bejim, bjim e tiau-tiau!


Poisé, o ano velhinho está se despedindo... logo mais, daqui há algumas horas chegará um novíssimo para substituílo... ou melhor, pra dar continuidade, já que passado não se substitui e (este ano está prestes a entrar pra galeria do passado de todos nós). Podemos até somá-lo ou tentar subtraí-lo (penso que em vão), mas substituir são outros quinhentos...
.
Em minha cabeça já fervilham algumas promessas de mudanças, de melhorias, planos mirabolantes, vontades, desejos... as promessas vêm, não posso fazer nada quanto à isso, acho que se tornou um costume. Daqui a pouco vou correr pra um caderninho qualquer e escrever uma lista a lá Bridget Jones... hehehe...



Hoje estou de pernas pro ar aqui... vou sair e comprar uma balança. Éeee... to precisando perder alguns quilinhos e por em prática o primeiro ítem da minha lista de coisas a fazer em 2009: emagrecer!
.
A segunda é juntar uma graninha... a terceira é estudar muitooo mais pra dar um up no inglês que ainda ta mea-boca... quanto mais eu aprendo, mais vejo que tenho muito ainda pra aprender... que coisa, gente!
.
Este ano foi um ano decisivo em minha vida, eu diria que foi um verdadeiro divisor, coisa do tipo "antes de 2008 e depois de 2008". Sinto como se eu tivesse levado um óootemo e forte pontapé no trazeiro, que me jogou longe, muito longe, e me fez acordar pra muitas coisas. Minha vida deu uma modificada enorrrme, tipo coisa de biografia, de filme...hahahhaaa... ai, ai... e o bom é que foi pra melhor, graças à Deus!




O Matutando neste ano me trouxe amigos de sempre, amigos de agora, amigos que estão chegando, pegando um banquinho e sentando (como eu costumava dizer...). Fico feliz como este carinho e sinto não poder, no momento, retribuir como se deve, como eu gostaria, pois me falta tempo e um pouco de entusiasmo... estou um pouco cansada, pessoal, essa é que é a verdade. Mas é cansaço físico, não é cansaço da net não, ok!
.
E pra essa matutada gente boa, desejo que o ano de 2009 seja porreta (como disse a lugi por aí...), seja muito melhor do que 2008, que seja próspero, produtivo e pra cima! E muita saúde pra todos nós para que possamos desfrutar muito bem desse novo ano!
.
Enquanto isso, o prosecco (ganhei...hehe) tá gelando... a champagne também! Éééé... tudodibom!



Ah! Uma receitazinha básica para um ano novo feliz:

.
Pegue 12 meses inteiros. Limpe-os bem, tirando toda a amargura, ódio e inveja. Deixe-os tão limpos quanto possível. Depois corte cada mês em 28, 30 ou 31 partes diferentes, mas não pegue todas de uma vez só. Prepare-as pouco a pouco, atento aos ingredientes. Misture bem em cada dia uma porção de fé, uma porção de paciência, uma porção de coragem e uma porção de trabalho. Adicione uma parte de esperança, lealdade, generosidade, meditação e boa vontade. Tempere tudo com pitadas de espiritualidade, diversão, um pouco de brincadeiras e um copo cheio de bom humor. Despeje tudo isso numa tigela de amor. Cozinhe bem, com muita alegria, e enfeite com um sorriso. Depois sirva tranqüila(o), desapegada(o) e carinhosamente. Assim você está destinado a ter muitas Felicidades.

.

Desconheço a autoria, peguei na net.











.Happy new year, matutada!

.

Bjos...

and...

See you...

...

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Sentimentos Natalinos...


Uma em Duas
.
Porque entre o sim e o não é só um sopro, entre o bom e o mau apenas um pensamento, entre a vida e a morte só um leve sacudir de panos - e a poeira do tempo, com todo o tempo que eu perdi, tudo recobre, tudo apaga, tudo torna tão simples e tão indiferente.
.
(Lya Luft em “O silêncio dos amantes”)

.
De uns tempos pra cá, venho me repetindo muito, quando falo de tempo. Ta bem, ta bem, prometo que este será o último post sobre isso. Do tempo que voa, do tempo que não estou conseguindo acompanhar, do tempo que me deixa louca de paixão, do tempo que me leva as altura, do tempo que trata de esfriar tudo, do tempo do esquecimento, do tempo do recomeço... to tempo de uma nova paixão...
.
Do tempo que deleta mágoas, do tempo que traz maturidade, uma certa dose de paciência, do tempo que faz milagres... do dê tempo ao tempo...
.
Do tempo também dos anos a mais, que me faz recordar detalhes de minha infância e que assim, tão nítida na minha memória, não me deixa crer que passou-se tanto tempo!
.
Preciso de tempo pra fazer tudo que quero, coisas que mirabolo na minha cachola... hehe... lugares que quero ir, amigos que quero conhecer, comidas e outras delícias para experimentar... pessoas que quero abraçar, promessas a cumprir... quilinhos a mais para perder... os filhos que quero ter... mas, como sou agoniada por natureza, já fico meio que sofrendo antecipadamente a cada vez que tenho a dura certeza de que o tempo voa!
.
vim pra cá, no início de fevereiro e vejam só, o ano já esta agonizando, prestes a dar seu último suspiro... será que sou só eu que não estou conseguindo acompanhá-lo?
.
Gente, semana que vem, já é natal!
.
Um natal um tanto quanto atípico pra mim, longe de mamãe e de grande parte da minha família. Família que amo tanto e que tanta falta tem me feito nesses dias que antecedem as festividades natalinas... sei que não será igual, vai ser uma pequena ceia, pra quatro ou cinco pessoas... pessoas importantes e que eu amo também, ainda bem!
.
Sinto falta de não ter montado uma árvore este ano, de ainda não ter comprado um presente sequer... sinto falta daquela expectativa boa para a grande noite de natal... das listas de compras para os comes e bebes... da dúvida se meu irmão virá ou não para a ceia (ele sempre se decide no último momento (casa da mamis ou da sogra...rs)... e sinto falta dele zoando as minhas rabanadas...rs... sinto falta do nosso amigo oculto, que não é feito de presentes caros e sim de presentes digamos, "criativos", engraçados, só para zoar mesmo. Se bem que ano passado, variamos, fizemos a coisa certinha, presentes normais, porém baratos...rs
.
Mas é isso aí, é o momento que estou passando, que estou vivendo, são consequências das minhas escolhas. Escolhas que até o momento foram as mais acertadas que já fiz, pois apesar da saudade e de vir aqui hoje chorar as pitangas, toda essa mudança em minha vida tem me feito muito bem, obrigada! E é nisso que penso quando me vem estes momentos saudosos...
.
E que venha o natal, e que seja alegre, memorável e bem aproveitado, como nos anos anteriores!
.
See you...
...
ps. deixei um recadinho no halos do post abaixo.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

A Sombra do Vento...

Então, estou com o pc pifado, tempo curto que só vendo, muitas coisas pra fazer... o blog sem atualizar... mas, infelizmente não está dando mesmo! Tentei o máximo que pude, mas chegou em um ponto que meus esforços já não eram suficientes e assim, as atualizações minguaram, as bobagens que escrevo estão só na minha cabeça... não to conseguindo por aqui...
.
A partir de agora, vou levando o Matutando como der, como puder...
.
Eu tenho a impressão de que na vida há uma época pra tudo... pra brincar, pra estudar, pra crescer, pra perder a inocência, pra amadurecer, pra comer tranqueiras sem culpa, pra amanhecer o dia em farras, pra trabalhar de ressaca... e, pra escrever em um blog. Neste momento, eu não posso mais (pelo ao menos tão frequente e presente, como eu gostaria e como já fui...) ter um tempo determinado para o blog... não ta dando... então, sempre que der, e eu quiser, volto aqui, escrevo e vou visitando os amigos queridos que fiz pelas vizinhanças... e digo que esta é a melhor parte, pois são assuntos diversos, jeitos diferentes e únicos de escrever, compartilho opinões, divergências, aprendo coisas, vejo telas, cantores, livros, peças, assuntos de que não conhecia...
.
Neste tempo que fiquei (e ainda estou) com o pc pifado, comecei a ler um livro que mamãe me presenteou e... confeço era um esforço enorme pra mim, cada vez que eu tinha que fechar suas páginas, pra cumprir com meus compromissos... então, eu ia lendo quando dava... no metrô, nos ônibus, uma meia horinha antes de dormir... e, assim fui devorando suas páginas, ávida por desfazer os mistérios, as confabulações... um livro muito bom! Aguçou minha curiosidade, mecheu com o meu lado místico, despertou em mim o meu lado detetive de meia tigela... hahahaaa...
.

Estou falando de "A Sombra do Vento".
.
Li aqui, uma crítica que diz perfeitamente o que eu teria a dizer, sobre o livro...
.
(...)Mas aí começaram a me falar dA Sombra do Vento. Li a primeira página, enquanto esperava as 22 horas pra tomar cerveja e comecei a me interessar. Adoro essas Literaturas que falam sobre Literaturas. Livros falando sobre livros, brincadeiras entre linguagens e isso tudo. Putz, fiquei curioso, peguei o livro emprestado e levei pra casa. Quatro dias depois…
.
A Sombra do Vento é um livro sobre um livro chamado A Sombra do Vento. Confuso? Na Barcelona pós-Guerra Civil, Daniel acorda ás vésperas de seu aniversário de 11 anos gritando ao perceber que não consegue mais lembrar o rosto de sua mãe morta. Ao acudí-lo, o pai o leva naquela fria manhã, no meio daquela neblina de carvão característica de Barcelona em 1945, ao Cemitério dos Livros Esquecidos. O lugar é uma gigantesca biblioteca, escondida em um casarão, que abriga todos os volumes esquecidos pelo resto do tempo. Livros Mortos.
.
Ao passear pelos labirintos de prateleiras gigantescas, o garoto instintivamente pousa aos mãos sobre A Sombra do Vento, um esquecido volume do desconhecido autor Julián Carax. A partir daí, começa toda a trama da tentativa de Daniel de desenterrar o passado de Carax e recuperar uma história que começa em 1900…
.
O mais interessante em A Sombra do Vento é a narrativa. Intrincada, com novos elementos sendo colocados na história o tempo todo, vai e volta no tempo, recuperando aos poucos o passado, a infância e o sumiço de Julián Carax. Numa mistura de gêneros típica do Bacanal do século XXI, o autor brinca com uma cidade cheia de cicatrizes deixadas pela Guerra Civil e a própria idéia de Livros dentro de Livros. Uma passagem em que Daniel descreve A Sombra do Vento parece servir perfeitamente para a obra física:
.
"á medida que avançava, a estrutura do relato fez-me lembrar daquelas bonecas russas que contêm em si mesmas inúmeras miniaturas. Passo a passo, a narrativa se estilhaçava em mil histórias, como se o relato penetrasse numa galeria de espelhos, e sua identidade produzisse dezenas de reflexos díspares e ao mesmo tempo um só."
.
Sem sentir, enquanto cresce e investiga por conta própria certos passados proibidos, Daniel envolve-se com um ex-anarquista, um Inspetor psicopata e com a estranha figura de Alain Coubert, o homem sem rosto que fuma cigarros feitos com folhas de livros e dedica sua vida a perseguir todas as obras de Julián Carax e queimá-las.O detalhe? Alain Coubert é o nome de um dos personagens do romance A Sombra do Vento de Carax. O personagem que representa o demônio.
.
Então, ta dada a dica...
.
See you...
...

Um pouquinho...

Republicando diariamente, à pedido de Odele, mãe da Flávia (foto baixo).
.
Eis a minha pequena contribuicao com tao grande causa... o assunto esta muito bem explanado aqui e aqui!

.
Eu sou feito de
sonhos interrompidos
detalhes despercebidos...
.
Sinto falta de
lugares que nao conheci
experiencias que nao vivi
momentos que ja esqueci...
.
(Trecho do poema "Pedacos de Mim" - Martha Medeiros)

See you!

...

Publicado originalmente no dia 15/09/2008

Visite o Blog da Flávia, clique aqui!

...

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Será?


Amor é bicho instruído
Olha: o amor pulou o muro
o amor subiu na árvore
em tempo de se estrepar.
Pronto, o amor se estrepou.
Daqui estou vendo o sangue
que escorre do corpo andrógino.
Essa ferida, meu bem
às vezes não sara nunca
às vezes sara amanhã.



See you...


...

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Rapidinhas...

Aqui circula uma revista brasileira (gratuita) de edição mensal, a Leros. Acho que já falei sobre ela aqui, não tenho certeza. . Através da Leros (também) fico por dentro de muitas coisas que andam acontecendo no Brasil e/ou com brasileiros. Ela nos conta também um roteiro de shows, artistas brasileiros que se apresentarão por aqui. Daí da tempo de programar a ida ao evento e tals. Ela tem uma sessão de notinhas que acho bem legal. Hoje li as novidades... posto aqui, algumas poucas e pequenininhas...
.
O site americano
http://www.theonion.com/ , traz na capa do seu calendário "Our Dumb world" (Nosso estúpido planeta) de 2009, a imagem do Cristo Redentor, com metralhadoras nas mãos.
.

O calendário traz imagens de ícones de diversos países numa tentativa de fazer humor com o caos mundial. O calendário é vendido por $12.99.
...
A revista "Rolling Stone" fez um ranking dos 100 maiores artistas da música brasileira na edição comemorativa de seu segundo aniversário. Tom Jobim lidera a lista, seguido por João Gilberto, Chico Buarque, Caetano Veloso e Jorge Ben Jor.
.
Talvez por conhecer pouco do trabalho do Jorge Ben Jor, não acho que ele merecia colocação tão alta. Sei não, a música brasileira tem outros excelentes artistas, mas já repararam que quando gringo vai premiar, sobra sempre para os mesmo cantores? Dá até a impressão de que eles nem pesquisam, vão nos nomes de sempre (que são muito bons, não négo) e pronto. Dever " comodamente cumprido".

...
E, pretenção pouca é bobagem...
.
"Sou o intelectual mais importante do Brasil". Frase de Paulo Coelho, que aos ser questionado pelo Jornalista Miguel Conde, quando este pediu que ele explicasse a declaração, Paulo Coelho disse: "não preciso explicar. Uma frase é uma frase: sujeito, predicado e verbo. Ponto".
.
Ainda por cima, contrariando a outros autores, numa coletiva de imprensa, na feira do livro em Frankfurt, Alemanha, ele defendeu a circulação de livros pela internet e ainda falou de sua iniciativa de oferecer aos internautas, links para versões piratas de sua obra.
.
Tudo bem que ele recebeu um livro Guinness dos Recordes Mundiais especial por seu livro " O Alquimista" ser o mais traduzido (67 línguas), mas que ele se acha, se acha! Ou melhor, ele "se" tem certeza!
...
Lula recebe prêmio, do rei Juan Carlos, na Espanha e cai em pegadinha. O presidente recebeu o Prêmio Internacional Dom Quixote de La Mancha, por ajudar a divulgar a língua e cultura espanhola no Brasil. É que o governo brasileiro sansionou uma lei, que tornou obrigatório o ensino de espanhol nas escolas de ensino médio, no Brasil. Enfim, no meio disso tudo, um pessoal de um programa humorístico espanhol conseguiu abordar o presidente e fazer com que ele participasse do programa, sem que ele soubesse o que realmente estava acontecendo... confira no vídeo:


...

No final da revista, tem uma sessão que eu acho engraçada, se chama "Conversa Fiada", onde eles publicam "causos" de brasileiros que, achando que são os únicos que falam português aqui, soltam o verbo. Mas, pessoas escutam e mandam pra revista:

"Fiquei super animada quando ele me convidou pra jantar. Depois descobri que não era bem um jantar, era uma pizza. Se pelo menos fosse numa cantina italiana... mas ele me levou no pizza hut. Menina, quando vi a placa da pizzaria eu já não gostei... e na hora de pagar a conta ele tirou do bolso dois vouchers que tinha ganhado numa promoção. É muita falta de classe, né?" (Gaúcha se queixando do namorado avarento para uma amiga em um ponto de ônibus da Charing /cross Road).

"Eu menti que tinha experiência como barman porque pensei que só iam me pedir cerveja. Mas o bar é super movimentado e mesmo quando eu errei ninguém reclamou, cheguei a confundir 'Tia Maria' com 'Bloody Mary'. Acho que tudo bem, é tudo álcool, né?" (Goiano contando a um amigo como foi sua primeira noite trabalhando como barman, na estação de metrô de Covent Garden)

"- Esses ingleses acham que têm o rei na barriga.

- O rei não, a rainha!" (dois brasileiros conversando sobre a possibilidade do Reino Unido passar a exigir visto de brasileiros).

Por enquanto, é isso...

See you...

...

domingo, 23 de novembro de 2008

Coisas a dizer...

Esperei desde a quinta-feira, ansiosamente, pela neve. Falaram que ela daria o ar da graça no domingo. Que nada. Veio ralinha, já minguando, nem me interessei a sequer olhar pela janela. Que coisa! Esperei, esperei... por nada!
...
Enquanto isso, vou tomar umas cervas geladas, ou quem sabe, um vinho que ganhei no meu aniversário. Minha irmã vai cozinhar... quero fazer absolutamente NADA, hoje! No fim das contas, eu mereço ter um tempo ocioso. Também sou filha de Deus...rs
...
Pra um bom entendedor, um pingo é letra...
...
Há ainda aqueles que dizem: vou dar um tempo. Cansei! Cansei da vida, cansei da net, cansei de tudo! Vou dar um tempo!
.
Mas esse "cansei de TUDO"... não é bem assim. Alguns se cansam apenas de algumas pessoas, de algumas coisas... pra outros estão sempre solícitos, disponíveis e afáveis! Cansados de fato, jamais...
.
Quanto á mim?
.
Eu também CANSEI! Cansei desses, ou daqueles... deixo a minha consideração e carinho para os que realmente merecem tais mimos...
...
Ah, tá! Lembrei-me de mais uma: digo que não vou mais por meus pezinhos, ou dedinhos (como queiram), onde não sou bem-vinda. Percebo quando não sou bem quista, a ponto de a pessoa não responder aos comentários dos amigos (o´que é atípico já que é tão atenciosa com eles...), só pra não ter o desprazer de se dirigir à mim (que mesmo mineiramente desconfiada, fui lá, e comentei...). Ok, entendi o recado que vem sendo transmitindo há dias, pela ausência aqui... então me diz um coisa: Porque mantém o meu link aí?
...
Dizem que morar aqui, endurece um pouco as pessoas... to achando ótimo! Afinal passar de manteiga pra queijo e quem sabe, mais tarde um queijo fino, é até bonzinho, ?
.
Poisé!
.
Gente, gente, gente! Prestenção...
.
.
...tem um blog bem legal que visito sempre, escrito por uma doçura de pessoa! Mas não é aquela doçura enjoativa não, ela é porreta! To falando da Claudinha Damm. Então passem por lá.
...
Meu pc pifou. Estou usando-o e de repente: puf! Ele apaga... portanto, até resolver este problema, vou ficar ainda menos constante aqui...

...
E, por fim...
.
"Porque eu sou do tamanho daquilo que sinto, que vejo e que faço, não do tamanho que as pessoas me enxergam."
.
Carlos Drummond de Andrade
.
See you...
...

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Canção das Mulheres

Porque sonhar, não custa nada...
.
.
Que o outro saiba quando estou com medo, e me tome nos braços sem fazer perguntas demais. Que o outro note quando preciso de silêncio e não vá embora batendo a porta, mas entenda que não o amarei menos porque estou quieta. Que o outro aceite que me preocupo com ele e não se irrite com minha solicitude, e se ela for excessiva saiba me dizer isso com delicadeza ou bom humor. Que o outro perceba minha fragilidade e não ria de mim, nem se aproveite disso. Que se eu faço uma bobagem o outro goste um pouco mais de mim, porque também preciso poder fazer tolices tantas vezes. Que se estou apenas cansada o outro não pense logo que estou nervosa, ou doente, ou agressiva, nem diga que reclamo demais. Que o outro sinta quanto me dói a idéia da perda, e ouse ficar comigo um pouco - em lugar de voltar logo à sua vida. Que se estou numa fase ruim o outro seja meu cúmplice, mas sem fazer alarde nem dizendo ”Olha que estou tendo muita paciência com você!” Que quando sem querer eu digo uma coisa bem inadequada diante de mais pessoas, o outro não me exponha nem me ridicularize. Que se eventualmente perco a paciência, perco a graça e perco a compostura, o outro ainda assim me ache linda e me admire. Que o outro não me considere sempre disponível, sempre necessariamente compreensiva, mas me aceite quando não estou podendo ser nada disso. Que, finalmente, o outro entenda que mesmo se às vezes me esforço, não sou, nem devo ser, a mulher-maravilha, mas apenas uma pessoa: vulnerável e forte, incapaz e gloriosa, assustada e audaciosa - uma mulher.
.
Lya Luft
.
Poisé...
.
E ontem teve festa, mas hoje continua...
.
.
Parabéns, Nonys querida! Ta bem, ta bem... to um dia atrasada, mas acho que ainda é tempo pra lhe desejar felicidades, alegrias, sucesso, realizações, saúde, dinheiro, bjo na boca e outras coisas mais... hehe... pra você, tudo do bom e do melhor, é o que desejo!
.
E, retribuindo a sua gentileza (música que você me presenteou), no dia do meu níver, lá vai... todinha pra você, enjoy:
.



.
Bjo, Nonys!
.
See you...
...

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Esculturas de Cera - Madame Tussaud's - Parte II

Como prometi no post anterior (e também porque me pediram), aqui estão algumas das fotos que tirei no museu de cera " Madame Tussaud's. As primeiras fui eu quem tirou, as últimas (a partir de Leonardo de Caprio) eu peguei na net... elas estão marromenos, principalmente as primeiras, porque não havia iluminação, foram tiradas nos porões escuros do museu o que na verdade, nem era permitido fazer, mas eu fotografei assim mesmo...rs. Então, começo com as fotos de alguns dos serial Killers e métodos de execução, ambos do ano da fumaça... clique na imagem, se quiser ver melhor, veja os detalhes.
.




Essas rodas ficam girando no teto, outras no chão...
.



A rainha e o seu marido, que não é rei, e sim, príncipe. Alguém sabe me dizer por causa de quê, ele não é rei?
.


Adorooo! E o Vento Levou. Vívien Leigh e Clark Gable. Já ví este filme um monte de vezes...
.


Will Smith, no sallon.
.





See you...
...
.

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Madame Tussaud's


To toda enrolada aqui, cansada e com pouco tempo disponível para postar, para visitar a vizinhança "bloguística", pra comer direito, cortar meus cabelos, fazer minhas unhas etc. e tal... Tá difícil atualizar o blog.
.
Mas, agora a pouco, lembrei-me de uma visita que fiz (turistando...rs) ao museu de cêra, Madame Tussaud's. Tirei algumas fotos que vou postar aqui. Outras eu peguei pela net mesmo...
.
Este museu é uma das maiores atrações turísticas de Londres. Talvez pelo fato de ter também, um quê de parque temático, de você poder visitar descontraídamente, poder filmar, tocar nas estátuas, abraçar até, se quiser... as pessoas ficam muito impressionadas com a semelhança quase perfeita das estátuas (salvo raras excessões, como Pelé e Airton Senna... que foram esculpidos tendo uma foto como modelo...), a alegria boba de tirar fotos ao lado de seu ídolo, de personalidades históricas... fazer poses já pensando: esta vai pro orkut...rs. Também conta a favor, o fato de dentro do museu, ter um passeio (opcional, mas ja incluído no pacote) pelos porões escuros, onde ficam as estátuas de serial killers famosos, por trás de grades sombrias... esculturas que mostram os métodos de tortura antigos... as pessoas que se escondem pelas paredes, buracos, e onde mais der, pra nos surpreender e arrancar de nós, gritos histéricos... e também, porque no final do passeio, a gente entra em pequenos carrinhos, de dois lugares, tipo os de montanha russa. Ou melhor, são de montanha russa mesmo e o trajeto pelos trilhos, tem curvas e descidas... mas o mais interessante é que durante este passeio final, é contada a estória da cidade de Londres, seus fatos históricos mais marcantes como as guerras, as mortes, o incêndio... é como se fosse um teatro móvel, onde um narrador vai contando tudo tim-tim, por tim-tim. Ah! E logo que a gente entra no museu, levamos um susto danado! Somos surpreendidos por uma grande tela, com imgem de paparazzos, com máquinas fotográficas disparando fotos, flashes por todos os lados... nosso momento celebridade...hahahahaaa...
.
E pra fechar, quando estamos prestes a sair, nos vemos em fotos enormes, com caras e poses engraçadas... são fotos tiradas durante este passeio que acabei de falar. E é claro, são pra vender... a minha ficou lá. Não animei a pagar não...rs
.
Antes das fotos, vamos à estorinha do Madame Tussaud's, que eu acho muito interessante, principalmente por conta da época onde tudo isso teve início. Acho fascinante! Peguei do
Burburinho.
.
Marie Grosholtz nasceu em Strasbourg, França, em 1761. Seu pai, um soldado que lutou na Guerra dos Sete Anos (Grã-Bretanha e Prússia contra Áustria, França e Rússia) faleceu dois meses antes do nascimento da filha. Durante os primeiros cinco anos de vida, Marie viveu em Berna com a sua mãe, que trabalhava como governanta na casa de Philipe Curtius, um médico com extrema habilidade em esculpir em cera partes anatômicas do corpo humano. Quando o doutor Curtius mudou-se para Paris, levou consigo Marie e sua mãe, introduzindo-as a um mundo criativo e politicamente fascinante. O médico ensinou a Marie as técnicas de modelagem em cera. E rapidamente lhe foi permitido modelar personalidades da época como François Voltaire e o americano Benjamim Franklin. A exposição do doutor Curtius era tão famosa que passou a ser financiada pela Família Real Francesa. Tão logo o talento e a habilidade de Marie tornaram-se conhecidos ela foi convidada - aos dezenove anos - a ser tutora da irmã do Rei Luis XVI.
.
A vida no Palácio de Versalhes era bem diferente da que levara até então e por apenas nove anos ela viveu nas dependências de Versalhes. Em 1789, o doutor Curtius chamou-a de volta a Paris. A capital era o centro caótico da sangrenta Revolução Francesa. Marie e sua mãe foram presas e compartilharam a mesma cela de Josephine de Beauhamais, que mais tarde viria a desposar Napoleão Bonaparte. Entretanto, Marie foi encarregada de preparar máscaras de cera utilizando como molde as cabeças dos prisioneiros que haviam sido guilhotinados. Entre estes figuravam Maria Antonieta, Luis XVI e Jean Paul Marat (o filósofo revolucionário morto por Charlotte Corday).
.
Em 1794, o doutor Curtius faleceu e deixou para Marie toda sua coleção de cera. No ano seguinte Marie casou-se com um engenheiro francês chamado François Tussaud, com quem teve uma filha (falecida prematuramente) e dois filhos. A França continuava a sofrer após a Revolução e para que a exposição de cera de Marie sobrevivesse era necessário uma decisão muito difícil. Assim, ela deixou o país e excursionou pelas Ilhas Britânicas levando seus moldes de cera e seu filho mais velho. E ela jamais veria seu marido ou a França novamente. Marie passou mais de 33 anos exibindo sua crescente coleção para uma multidão de espectadores curiosa e intrigada. Enquanto isso, seu filho mais velho, Joseph, tomava gosto pelo ofício da mãe, enquanto Francis, o mais novo, ficara em Paris cuidando da avó, após a morte de seu pai. Quando, em 1826, a senhor Grosholtz morreu, Francis viajou para a Inglaterra para juntar-se ao que restava da família Tussaud.
.
Marie Tussaud superou, ainda, uma vasta gama de desastres. Em 1822 o navio que carregava a exibição que excursionava pela Irlanda naufragou. Porém, a maioria das peças foi salva. Semana a semana, as figuras de Lord Byron, dos assassinos Burke e Hare, do Rei George IV, da princesa Carolina de Brunswick, de Shakespeare, e de muitos outros eram constantemente embaladas e desembaladas para serem admiradas pelo público. Nos tempos em que não havia televisão, rádio ou cinema, as figuras de Madame Tussaud eram uma sensação. As viagens terminaram em 1835 quando finalmente a coleção de Marie Tussaud se estabeleceu em Londres, próximo ao local onde hoje se encontra o Madame Tussaud's Museum.
.
Ela coninuou a esculpir até um tempo próximo à sua morte, inclusive nessa época, ela dedicou-se a esculpir a sua própria estátua. E em 1850, aos 89 anos, Marie faleceu, ficando a cargo dos filhos, expandir a exposição.
.
Mas em 1925 ocorreu outro desastre, um incêndio, que destruiu relíqueas da era napoleônica e derreteu figuras (que não tinham como ser substituídas) como por exemplo, Robespierre e Marat. Despois foi tudo reconstruído e o museu ganhou um cinema e um restaurante. Mas, já na Segunda Guerra Mundial, o museu foi mais uma vez destruído, por um ataque o que acarretou a perda de cerca de 352 modelos de cera e a destruição do cinema. Em 1993, aconteceu mais uma reforma e incluiu-se, dentre outras coisas o passeio pela tragetória histórica, de que falei no início do post.
.
Pois então, eu falei de postar fotos e tals, mas não sei porque, meu pc está lentíssimo e as fotos são grandes, ta demorando demais! Deixo então, um vídeo e numa outra vez, posto as fotos, ok!?
.
E ainda... o Madame Tussaud's existe não apenas em Londres, mas também em Nova york, Amsterdan, e outros cantos mais...
.
See you...
...

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Repete Comigo: eu te amo

.
Não era culpa da juventude, que já era memória na vida dele.
.
Era um fio da alma preso ao passado que o fazia meninar na frente dela.
.
Ficava cheio de mãos e sem palavras condizentes com o momento de tanto tempo depois.
.
Mas era assim, fazer o quê.
.
As frases experimentadas na mente, saíam sincopadas da sua boca madura.
.
A respiração traía o coração em jovem agonia.
.
Então ela fez o que faria, o que fazia,
.
quando não tinha (sequer precisava) das palavras que vinha colecionando com os anos.
.
Guiou as mãos dele por onde o amor é cego.
.
Claudia, do Mentiras Históricas
.
.
Pra mim, simplesmente divino! Quis compartilhar... sou fanzona da Cláudia Câmara! A música, é um complemento...
.

Uma óteeema semana pra os matutos gente boa!
.
Rita Lee - Doce Va...


See you...

...

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

Coisas que marcam...

Não é segredo, já falei aqui que curto muito uma campanha seja ela com propagada em tv, ou um cartaz, outdoor e etc., quando estas têem uma sacada, algo que realmente marca. Se vejo algo assim, sinto vontade de dar um bjo na testa, parabenizar pessoalmente os profissionais por trás de todo o trabalho. Mas, como é meio que impossível, deixo aqui o meu "cara, vocês são óteeemos"! Isso é para os bons!
.
E depois de ter postado sobre a cerveja, suas delícias e ressacas, agora posto o outro lado: duas propagandas de uma campanha de alerta para o consumo excessivo do álcool e abusos químicos em geral. Estas duas propagandas estão no ar, aqui na Inglaterra e chamaram minha atenção desde o primeiro momento em que as .
.
"Você não começaria uma noite como esta assim, então porque terminar dessa forma?"
.
Esta é a mensagem que estas duas propagandas passam. Achei o máximo!
.


E mais uma...


.
Alcohol Know Your Limits - Álcool, saiba seus limites
.
See you...
...

terça-feira, 4 de novembro de 2008

O Diferente

Anote ai: Salsicha, ovos, bacon, feijão (levemente adocicado), tomates grelhados e mushoroom...
. Hummm!!! Parece bom, né?
.
.
E é bom (ou, deve ser...)... mas pro meu gosto, seria um almoço ou jantar. No entanto, este é o tradicional breakfast inglês. Vendo as imagens da pra entender porque o denominam de "pequeno almoço".
.
Confeço que não experimentei, mas, por conta da minha cultura, costume e gostos, sou mais o meu pãozinho com manteiga, café com leite, uma frutinha, ou cereais... de manhazinha, olho pra um prato assim e sinto um que de nausea... nao e de nojo, entendam por favor, e questao de costume mesmo, ou falta dele.
.
E você, se adaptaria bem ao breakfast ingles?
.
See you...
.
...

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Atitudes Vampirescas...

O que? Você não acredita em vampiros? Pois vou te contar uma novidade... eles existem!... e podem estar mais perto do que você imagina...
.
VAMPIROS
.
Eu não acredito em gnomos ou duendes, mas vampiros existem. Fique ligado, eles podem estar numa sala de bate-papo virtual, no balcão de um bar, no estacionamento de um shopping. Vampiros e vampiras aproximam-se com uma conversa fiada, pedem seu telefone, ligam no outro dia, convidam para um cinema. Quando você menos espera, está entregando a eles seu rico pescocinho e mais. Este "mais" você vai acabar descobrindo o que é com o tempo.
.
Vampiros tratam você muito bem, têm muita cultura, presença de espírito e conhecimento da vida. Você fica certo que conheceu uma pessoa especial. Custa a se dar conta de que eles são vampiros, parecem gente. Até que começam a sugar você. Sugam todinho o seu amor, sugam sua confiança, sugam sua tolerância, sugam sua fé, sugam seu tempo, sugam suas ilusões. Vampiros deixam você murchinha, chupam até a última gota. Um belo dia você descobre que nunca recebeu nada em troca, que amou pelos dois, que foi sempre um ombro amigo, que sempre esteve à disposição, e sofreu tão solitariamente que hoje se encontra aí, mais carniça do que carne.

.
Esta é uma historinha de terror que se repete ano após ano, por séculos. Relações vampirescas: o morcegão surge com uma carinha de fome e cansaço, como se não tivesse dormido a noite toda, e você se oferece para uma conversa, um abraço, uma força. Aí ele se revitaliza e bate as asinhas. Acontece em São Paulo, Manaus, Recife, Florianópolis, em todo lugar, não só na Transilvânia. E ocorre também entre amigos, entre colegas de trabalho, entre familiares, não só nas relações de amor.

.
Doe sangue para hospitais. Dê seu sangue por um projeto de vida, por um sonho. Mas não doe para aqueles que sempre, sempre, sempre vão lhe pedir mais e lhe retribuir jamais.


.
Achei esta crônica muito interessante e propícia... coisas sinistras andam acontecendo e pra quê mais sinistro que vampiro, né? Enfim, quis compartilhar as palavras da Martha Medeiros com vocês...
.
Aos Matutos e Matutas, gente boa, uma ótima e produtiva semana!
.
See you...
...

sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Cerveja... Delícias e Ressacas...

Porque o primeiro copo de cerveja (geladézima, ofcourse) é sempre o mais gostoso?

.
E, porque a latinha de cerveja que sobrou na geladeira, do fim de semana de muita música, farra, beberagem e blá, blá, blá, é tão saboroso que deixa um gostinho de "Ué, não tava tão boa assim, no domingo... poxa, não tem mais? :( "
.
Poisé, hoje é quinta-feira, halei o dia todo e agora to relaxando em casa. Achei a bendita latinha (geladíssima) de cerveja "Foster's" e cá estou eu a degustá-la ao mesmo tempo que escrevo este post. Quer inspiração melhor? hehe...
.
E por falar em breja (cerveja), aqui em Londres existe até um festival anual de cerveja, que diga-se de passagem, é realizado há 36 anos. É o Great British Beer Festival. É o maior festival de cerveja britânico, onde você pode degustar mais ou menos 700 variedades desse líquido, que eu particularmente aprecio muito! Este festival é o único no mundo onde é possível experimentar todas as variedades internacionais das tradicionais “ales”, cerveja inglesa de sabor amargo e cor clara, sidras e também cervejas estrangeiras, inclusive brasileiras. Ano passado, a cerveja escolhida pelos juízes da competição, como sendo a melhor da Grã-Bretanha, foi a Hobsons Mild, que é tradicionalmente produzida no povoado de Shropshire, no noroeste da Inglaterra. (ANSA)
..
A Inglaterra é famosa pelos seus pubs (bares tradicionais, depois escrevo sobre) e sua enorme variedade de cervejas. O pessoal aqui, toma a cerveja morna mesmo, ou então um pouco gelada (ao contrário do que eu pensava, a maioria dos londrinos toma sim, cerva "gelada", servida em torno de 12 graus Celsius ). A princípio estranhei um pouco, mas como aqui faz frio a maior parte do ano, acabei por me acostumar à temperatura "gelada" da cerveja. A morna ainda não me desce e creio que nunca descerá. Detesto cerveja quente, éca!
.
Os pubs contemporâneos mantêm sua cerveja constantemente nesta temperatura (12 graus Celsius), mas originalmente a cerveja devia ser servida na temperatura do porão no qual estava armazenada. Defensores da cerveja britânica dizem que isso realça sabores sutis que não existem nas cervejas de outras nações, e que estes apenas se produzem a temperaturas que poderiam fazer as demais cervejas parecerem ásperas. (Brejas)
.
É pessoal, cerveja é boa e eu gosto, mas assim, como qualquer bebida alcoólica, tem gente que abusa e muito, do líquido. Como por exemplo, um homem de 37 anos que entrou em um hospital em Glasgow, na Escócia, queixando-se de uma dor de cabeça que não passava e de estar vendo tudo rodando. Ele disse que os sintomas já duravam quatro semanas. Depois de exames e perguntas, os médicos, perplexos, deram o diagnóstico: tratava-se da maior ressaca da história da cerveja!
.
Isso aconteceu em outubro de 2006 e foi uma notícia publicada pelo jornal britânico "The Lancet". Eu sei, notícia velhinha, mas que não deixa de ser, no mínimo, curiosa...
.
Enfim, depois de inúmeros exames neurológicos no tal paciente, foi um oftaumologista quem descobriu que se tratava de uma ressaca braba... ele disse que o paciente estava com pequenas hemorragias e com os discos óticos dilatados. Daí que encheram o homem de perguntas e ele acabou contando que havia consumido 60 canecas de cerveja (cerca de 35 litros) durante quatro dias, depois de uma "crise doméstica". Os médicos concluíram que a grave desidratação causada pelo álcool tinha provocado uma rara trombose cerebral. O exame dos vasos sanguíneos do cérebro confirmou o diagnóstico. Demorou mais de 6 meses para que o tratamento de afinamento do sangue acabasse com as dores de cabeça e devolvesse a visão normal ao sujeito.
.
É como se diz: tudo demais é sobra... Isso é que é ressaca, o resto é "bobagi"!
.
.
Selecionei algumas curiosidades sobre a cerveja Belga:
.
- No século XIII, as pessoas que derrubavam um copo de cerveja precisavam pagar multas muito altas.
- Os soldados belgas tinham direito a tomar dois litros de cerveja por dia no século XVI.
- Em 1830 foi declarada a independência da Bélgica. Os cervejeiros começaram a revolução após os holandeses terem aumentado novamente o imposto sobre a bebida. Para se ter noção da importância da cerveja no país, alguns dos primeiros-ministros da Bélgica vieram de famílias de cervejeiros.
- Você pode beber uma marca diferente de cerveja por dia na Bélgica sem que repita a mesma marca durante o período de um ano.
.
Ah! E pra finalizar, tem novidade no mercado... hahahhaaa... trata-se do "Pedal Pub"...
.
.
O Pedal Pub, mais parece uma invenção das organizações Tabajaras, só não vem com o équiooo! hahahaaa... é um veículo meio estranho, meio bonitinho, onde os clientes podem sentar, tomar umas e ainda se exercitar. Sim, porque, pelo que to vendo na foto acima, tem uns pedais pros clientes... eita, que tem gente criativa demais nesse mundão véio sem porteira...
.
Quer ser dono de um Pedal Pub? Então entre no site e veja maiores informações.
.
See you...
.
...
.
Ps. Não errei na data não. Post escrito na quinta-feira e programado pra ser postado automaticamente, hoje, dia em que eu quase não tenho tempo pra chegar perto de um pc. Depois visito os blogs que gosto, pra me atualizar...
.
Bjo

...

quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Hoje é o Dia Dela...

Aí Matutada gente boa, hoje vamos ajudar a Lugi a soprar as velinhas...
.
Quero ver todo mundo pegando fôlego, enchendo os pulmões pra também cantar parabéns para esta pessoinha muito especial, que já tem um lugarzinho cativo em meu coração.
.

Lugi, um brinde ao seu dia, que ele seja muito, muito, muito especial! Que você receba muito carinho, muito chamêgo, muitas demonstrações de afeto, de amor, de amizade e presentes também, porque é bom, né? hehe...
.
Então, tim-tim e saúúúúúdeee, menina!
.
.
Trago-lhe flores, pra dar um colorido a mais nesse seu dia. Vermelhas pra ver se surge uma paixão aí por estas bandas, pra arrebatar este coração (se é que já não surgiu e eu to por fora, né?...rs). Porque a paixão é um ótimo tempero pra vida também! E, como você é uma cozinheira de mão cheia, imagino o que você não faria, ou melhor faria e muiiitooo, com este tempero, heim!? hahahahaaa...
.


E veja só o que me aconteceu... meu amigo Manézito...
.
...e acabou fazendo besteira... mas apesar de ter detonado o pc, o meu amigo mané, está bem, não se preocupe...
.
Poisé, querida Lugi, brincadeiras à parte... eu bem que queria ter feito algo bem bonito, e bem pessoal também. Melhor dizendo, algo único, uma montagem simples, que é o modo que sei fazer. Mas este meu pc, não ajuda. Ainda não tenho nenhum programa sequer que corte uma imagem... as imagens não são exclusivas, mas o meu carinho por você é, e no final das contas, é isso que importa né?
.
Ah, querida! Pra você eu só desejo coisas boas, festivas, alegres, sossegadas, amorosas, calorosas, suaves e tudo o mais que seu coração e sonhos queiram... gosto um tantão de você, sabia!? Acho que você sabe sim!
.
O post ta simples, porque hoje é um dia muito corrido pra mim, eu saio super cedo de casa e não tenho horário pra chegar, mas não poderia de forma alguma (porque não quero) deixar de lhe prestar esta pequena, mas calorosa e especial, homenagem!
.
Tenha um dia lindo!
.
Bjos muitos e forte abraço!
.
Pra você...

.

See you...